McLaren P1: linhas e motores surpreendentes

McLaren P1

Mais um superesportivo acaba de ser apresentado ao mundo. Agora foi a vez do McLaren P1, um bólido mega potente e caro até para padrões europeus. No Velho Continente, o P1 chega custando 1 milhão de euros, o que convertido sem impostos para reais, dá em torno dos 3 milhões. É, não é pra qualquer um mesmo.

Com apenas 375 unidades fabricadas, ele tem estilo com muita personalidade, devido às suas curvas que o dão um ar conceitual e futurista. Os faróis e lanternas (principalmente este último) ficam quase que camuflados nas linhas, causando impressão de que as luzes saem da própria carroceria.

McLaren P1 2

Não parece, mas o P1 pode ser chamado de híbrido pela combinação de um motor a gasolina e um elétrico, que resultam monstruosos 915 cv de potência (737 cv com combustão + 178 cv com energia elétrica).

O motorista (ou piloto, melhor dizendo) tem a possibilidade de utilizar somente o motor elétrico, caso queira passar uma imagem mais ecológica. Porém, a pose só durará 10 km, que é a duração máxima da bateria destinada a isso (trazida da Fórmula 1 e com peso de apenas 96 kg).

McLaren P1 3

Texto: Guilherme Fontana

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s